sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Rebeldia

Insanidade Proposital

Ser louco.
Esconder-se de um mundo oco.
Distrair-se um pouco.
Fingir-se de louco.

Sim, eu disse fingir.
Há pessoas que tentam assim seguir.
De todo jeito é mentir,
A sanidade omitir.

Essa luz me encobre,
Faz-me nobre,
Depois, deixa-me pobre.
Esconder-me-ei antes que dobre.

A luz da inteligência
Obriga-me a negar a essência.
Falta-me paciência
Para ser o que querem que eu seja!