segunda-feira, 30 de janeiro de 2012

Depressão solar

A dor de um astro e a sua recuperação.

Choveu como se chorasse sem parar.
Choveu como se o sol estivesse deprimido.
Choveu como se nada pudesse consolar.
E, não tão de repente, tudo cessou.
O sol se alegrou, o céu se alegrou.
Os olhares agora se voltam uns para os outros porque antes eram direcionados ao chão.
E é a esperança de um dia ensolarado que move as nuvens.
E é a esperança de um dia melhor que move as pessoas.