domingo, 15 de setembro de 2013

Manhã criativa (jogo)

Passado que condena, quão dolorosa a lembrança! Mago sem dó enfeitiça, minha sina tem início. Eu poderia fugir, mas só me restam dez minutos. Eu já não encontro tua luz, oh saída infinitamente desejada. Eu nem lembro como é minha verdadeira realidade, longe dessa agonia. Será que não é demais aquilo que me condenaste a fazer, mago? Será que já não basta?